Inspeção no 30º DP resulta em Droga, Armas e Inquéritos apreendidos pela Controladoria

6 de julho de 2012 - 13:41

Foi apresentado a imprensa nesta sexta-feira (6), o resultado dos dois dias de inspeção no 30º DP, ocasionado após a prisão em flagrante do Inspetor de Polícia Civil, Carlos Hederani Pinheiro Bezerra, acusado pelos crimes de corrupção passiva e tráfico de drogas.

A delegada, Reni Sales, orientadora do Grupo Tático de Atividade Correcionais (GTAC), expôs as armas, as drogas e os documentos apreendidos no 30º DP. Foram contabilizadas 110 armas, sendo algumas vinculadas a processos e outras não. As armas deveriam ser encaminhadas para o poder judiciário após a realização da perícia.

Na inspeção foi contabilizado quase 3Kg de drogas, parte da droga não tinha procedimento policial. Segundo Reni Sales, o que mais chamou atenção foi que algumas drogas se encontravam separadas com alguns dizeres “Sobra e “Por fora. De acordo com a delegada toda essa droga não tem procedimento.

Foram contabilizados também 1.500 documentos apreendidos entre requisições judiciais, laudos cadavéricos, laudos de exame de lesão corporal os documentos deveriam estar na justiça e se encontravam arquivados na delegacia, esse procedimento gera atraso nos processos como também pode ocasionar uma liberação de um acusado por não conter provas.

A CGD por meio do Grupo Tático de Atividade Correcionais irá instaurar inquérito policial, juntamente com processo administrativo disciplinar para apurar os possíveis desvios de conduta da equipe do 30º DP.

06.07.2012
Assessoria de Comunicação da CGD
Mona Lisa Mazza 85 31015042 ou 8755.6064
monalisa.mazza@cgd.ce.gov.br